Dívidas. Estamos vivendo um momento muito complicado no nosso país, o desemprego está batendo recorde, então muitas pessoas estão passando por um perrengue danado, porque estão desempregados, endividados e sem saber como sair desse situação. É muito triste pra todos nós brasileiros.

-Publicidade

O meu intuito aqui com esse artigo é te ajudar a dar uma organizada aí na situação e fazer com que o desemprego jamais assombre a sua vida novamente, porque a gente pode controlar a nossa vida, a gente não consegue controlar a economia, as empresas precisando cortar gastos e tudo mais.

Vamos juntos aqui tentar dar uma organizada nessa história toda? Então se você quer resolver a sua vida financeira, continue acompanhando este artigo, para que possamos lhe ajudar a resolver esse problema beleza?

-Publicidade

Dívidas – Diminuindo o custo de vida

Dívidas - Diminuindo o custo de vida
Dívidas – Diminuindo o custo de vida (Foto: Divulgação)

Uma das coisas importantíssimas e a gente vê muito como uma parte negativa da coisa é diminuir o nosso custo de vida, mas olhando pelo lado positivo, beleza que neste momento é por uma necessidade que a gente não gostaria de estar passando, não é verdade? Mas se você olhar pelo lado positivo que isso pode te trazer, vai ficar mais fácil ou digamos, menos difícil.

Porque ter um custo de vida enxuto hoje em dia é uma coisa maravilhosa, independente de estar desempregado ou ganhando muito dinheiro, porque a vida se torna mais leve, mais prática e mais rica porque sobra mais, né? Então agora você vai enxugar pra caramba porque afinal não tem uma entrada fixa aí todo mês, vai enxugar, a partir do momento que você vai se estruturando, se estabilizando pra conseguir aumentar essas entradas, você não aumenta o seu custo de vida, consequentemente você consegue ganhar aí uma gordurinha financeira muito legal e também você vendo o seu custo de vida enxuto ali bem… é.. saudável financeiramente falando, porque vê assim…não..tem coisas que realmente eu preciso e isso daqui eu consigo manter, fica mais motivador também.

Você vai encontrar um emprego, por exemplo, ou você vai conseguir gerar uma renda e fica mais fácil você lidar com custo de vida menor do que manter um alto custo, porque isto causa um estresse maior, uma ansiedade maior, então você já não está passando um momento legal, que tal a gente enxugar aqui os custos pra dar uma aliviada também, fica mais fácil da gente ter ânimo de ir atrás e recuperar nossas receitas.

Visualizar e organizar as dívidas, eis que é o momento mais temido, mas o mais necessário da história. Não adianta vir com aquela coisa assim” se eu não vejo, eu não comprei, não tenho que pagar”.. não…. você comprou ou se você permitiu que alguém comprasse, você precisa pagar e é muito importante que você tenha o contato com tudo o que está acontecendo, então assim…dói? A gente fica se arrependendo, a gente sofre, mas é por um bem maior, porque a partir desse momento você consegue se organizar para próximos passos e muitas vezes acelerar esse processo, as pessoas que conseguem administrar isso,
olhar, encarar a realidade das dívidas, a situação financeira, elas conseguem muito mais rápido, duas vezes mais rápido até, até mais que isso, tá? Pagar as dívidas do que as pessoas que resolvem deixar assim ah deixa a vida me levar, vida leva eu, leva pra um buraco e a gente demora mais ainda pra sair.

Dívidas, como se livrar – Por onde começar?

Por onde começar
Por onde começar (Foto: Divulgação)

Vamos lá! Respire fundo! Chegamos onde chegamos, aconteceu sabe-se lá porque, né, você sabe qual é o problema, o que aconteceu na sua vida, mas agora é necessário arcar com as consequências e saber o que vai fazer, foi uma fatalidade estar desempregado, mas agora eu tenho que arcar com isso daqui. Por onde eu começo? Qual é o meu ponto de partida? Quanto que eu devo? Pra quem que eu devo? Quais são os juros? Por onde eu começo? E aí fica muito mais fácil de criar um plano de ação para liquidar as dívidas.

Como que eu vou liquidar as dívidas, se eu não tenho dinheiro? Pois a gente entra numa outra dica então:

Não espere ter um emprego, crie dinheiro. E essa é a maior dica que você vai receber na sua vida, agradeça depois, você vai dizer assim: olha, virou uma chavinha na minha cabeça. Gente, eu sei que a gente tem uma sociedade muito trabalhada para o emprego, a gente só pensa no formato tradicional de um trabalho,
de ter uma carteira assinada, de contar com os benefícios ali, ter um horário a cumprir, tudo mais. Só que a partir do momento que a gente percebe que nós somos capazes de gerar grana, sem depender desse formato, há aí uma liberdade, não que você nunca mais vai ter um emprego, não! De jeito nenhum! Isso daí serve pra muita gente, vai ser legal e eu torço aqui pra você encontrar um emprego do jeito que você deseja o mais rápido possível.

Mas aí você tem opção, você não fica dependente e desesperado caso aconteça um desemprego novamente. Então, como fazer isso? Desenvolvendo as suas habilidades de negociação, de vendas…ah Maiara, mas eu sou péssima em vender! Então se você é péssimo, péssimo em vender, dificilmente você vai conseguir um emprego a altura, porque no mínimo você tem se vender, numa entrevista de emprego, pra promoções, pra um chefe, alguma coisa assim.

A gente sempre vende alguma coisa. Enquanto você ficar aí pensando que você não é bom vendedor, boa vendedora, você dificilmente alcançará lugares que você merece, que já poderia ter. Porque a gente precisa se vender, precisa vender alguma coisa, então vai aí, solta essa crença limitante aí de que você não sabe, você sabe, você só precisa aí acreditar nisso.

Começa com coisas pequenas e pode ser online, gente. Hoje em dia é bem mais prático, de repente vender, revender alguma coisa online onde você não precisa estar tet a tet ali, já que bate um desespero ali na hora de venda, mas é indicar coisas pras pessoas, porque você inclusive quando você indica a sua manicure, quando você indica o seu mecânico, exatamente, a gente está vendendo. Então, exatamente, essa, esse bloqueio da nossa mente, nos impede de criar dinheiro, gerar dinheiro, fazer negócios, trocas e aí a gente começa a partir para um outro momento da vida, onde a gente não precisa de ninguém dar a nossa receita.

Até o emprego dos seus sonhos bater na sua porta, na verdade ele não vai bater, né gente? Vamos atrás, gastar sola de sapato e tudo mais. Mas eu sei que você já está fazendo e realmente o Brasil está num momento difícil.

Como gerar dinheiro?

Como gerar dinheiro
Como gerar dinheiro (Foto: divulgação)

O que você pode fazer para gerar dinheiro? Olha, uma pessoa ano passado conversou comigo e ele contou assim:

Perdi meu emprego, não conseguia mais encontrar, eu não sabia mais o que fazer. Até que um dia eu disse vou vender bala. Ele comprou a bala, caixinha de bala Halls, acho que era e ia vender todos os dias, passando pelo ponto de ônibus, algumas padarias, alguns lugares por perto, ele assim, é a forma que eu encontrei pra me virar enquanto eu não consigo o emprego que eu desejo. Olha só, o que ele precisa? Ele precisa só é estar com saúde, ir lá comprar uma caixinha de bala que a gente consegue inclusive pegar dinheiro emprestado, se não tem 10 reias, não tem 20 reais, começa com aquilo ali…ah gente, inclusive aquela, né, do menino super famoso agora que explicou vendendo água no Rio de Janeiro.

Você pega 10 reais paga aquele maluco que te emprestou, isso chama manter as portas abertas, isso é importante isso, aí você tem ainda 750% no bolso, no outro dia vai pro centro novamente aí é contigo, ah vender água dá pra você não? Então a crise no seu caso não está no país, está dentro de você. Pega a visão.

Exatamente isso! Não tem nada que te impeça de fazer essa grana acontecer, só você ter saúde, disponibilidade, é claro, e, talvez, um investimento mínimo inicial aí, que você pode conseguir emprestado e ir atrás das oportunidades. Criar, na verdade, oportunidades. E aí você gera dinheiro, independente de um emprego, começa a guardar e administrar essa renda pra você pagar as suas contas básicas do mês, reinvestir nessa venda aí que você tá fazendo e também começar a guardar para liquidar as suas dívidas o mais breve possível.

Espero que tenha gostado deste nosso artigo, continue nos acompanhando, o Blog e Dicas está sempre com atualizações exclusivas para você que procura dicas financeiras e linhas de crédito.

Acompanhe também o nosso parceiro zero um, que esta sempre cheio de dicas financeiras para ajudar você! clique aqui e conheça.

Veja também:

Cartão de crédito sem anuidade – como solicitar?

Cartão de crédito para negativado Santander Free

Santander libera cartão de crédito para negativado

Cartão para negativado Santander Free

Como fazer consulta ao SPC/SERASA gratuitamente

Siga-me

Heitor Oliveira

Editor em Blog e Dicas
Olá, como vai vocês? Me chamo Heitor Oliveira, tenho 31 anos e vim contar um pouco sobre minha história acadêmica.

Sou blogueiro na... , mas até chegar onde chegue tive vários problemas em saber qual carreira gostaria de segui.

Me formei em Marketing Digital e comecei a entender melhor todas as áreas que o Marketing trabalha, com isso me apaixonei pela parte artística e tentei me profissionalizar nessa área, porem a escrita me dominou me trazendo até onde estou hoje.
Heitor Oliveira
Siga-me

Últimos posts por Heitor Oliveira (exibir todos)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui